quinta-feira, 30 de abril de 2009

Agripino Bondi

Nasceu em Raul Soares em 2 de maio de 1932 sendo seus pais Antônio Bondi Carvalho e Maria Campos Bondi. Foi casado com Ecy Alvarenga Bondi, de Rio Casca (MG), filha de José Serra Alvarenga e Laura Flora da Cruz. Constituíram uma família com as características das melhores famílias de nossa terra.

Uma das particularidades marcantes da personalidade de Pipi, como ele era mais conhecido, foi sua discreção e coerência política. Companheiro fiel de Gerardo Grossi e Wilson Damião mereceu de ambos a mais irrestrita e total confiança. Trabalhou com muito entusiasmo na campanha eleitoral de 1988 podendo ser considerado um dos artífices da retumbante vitória de Wiron. Conhecedor profundo de todos os recantos de nosso município colaborou eficientemente na programação da campanha de forma que a cobertura se fizesse sem quaisquer falhas. Filiado inicialmente à União Democrática Nacional, transferiu-se para a Aliança Renovadora Nacional - Arena, em conseqüência da extinção da UDN pela revolução de 1964. Posteriormente, engajou-se no Partido Democrático Social – PDS, sucessor da Arena. E mais adiante incorporou-se ao Partido da Frente Liberal – PFL, fundado por um grupo de políticos, entre estes Aureliano Chaves e Francelino Pereira, da ex-UDN, inconformados com as diretrizes impostas ao PDS. Foi um dos fundadores do diretório do PFL de Raul Soares.

Pipi foi vereador à câmara municipal de Raul Soares sendo seu vice-presidente na legislatura 1977/1982.

Foi comerciário trabalhando no Bazar São Cristovão, de propriedade de José da silva Maia. Pela sua conduta ilibada sólidos laços de amizade o uniu à família do proprietário.

Residiu por algum tempo fora de Raul Soares à procura de novas oportunidades de trabalho e desenvolvimento no estado do Paraná.

Voltando a Raul Soares foi proprietário do Hotel Natalino tornando a casa um local de referência para todos os representantes comerciais nas suas incursões por nossa região graças à fidalguia de trato e atenção que dispensava aos seus hóspedes.

Esportista, adepto da Associação Esportiva Raulsoarense - AER, participou ativamente de todas as ações que resultaram na construção da praça de esportes da avenida Professora Elza Bacelar, uma obra realmente muito importante para o esporte e lazer da família raul-soarense que acreditou, apoiou e tornou realidade um ambicioso projeto, um sonho julgado quase que inatingível.

Faleceu em Belo Horizonte, após uma cirurgia, sendo o seu corpo sepultado no cemitério de Raul Soares.

Em dezembro/96, por sugestão do prefeito José Constantino Gonçalves, acolhida prontamente pelo presidente da câmara municipal Sr. Joaquim Mariano de Souza, e com o apoio unânime dos senhores vereadores, foi-lhe prestada uma singela homenagem dando o seu nome ao plenário de nosso legislativo perpetuando a sua memória na história de nosso município.

Autoria: José Geraldo Leal

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir